Física Médica

A relação da Física Médica com a área nuclear vem desde a origem de ambas, uma vez que estas têm como base comum as descobertas da radioatividade pelo casal Curie e dos Raios X por Röntgen. Ao mesmo tempo em que se aprofundava na busca de um modelo nuclear que explicasse as muitas experiências que buscavam conhecer as propriedades da radiação começaram as buscas por possíveis aplicações dos fenômenos envolvendo a radiação ionizante.

Esta inter-relação permanece até hoje, principalmente na Medicina Nuclear, onde se utiliza fontes radioativas para fins diagnósticos e terapêuticos, como na Radioterapia onde o objetivo é a aniquilação de células doentes, principalmente cancerosas. Exemplos marcantes são a tomografia PET (Positron Emission Tomography), que usa como fonte de radiação os fótons provenientes da aniquilação elétron-pósitron e os aceleradores lineares de elétrons (LINAC), que substituiram as antigas “bombas” de Cobalto e Césio.

As pesquisas desenvolvidas na área da Física Médica, em grande parte comuns àquelas utilizadas em Física Nuclear de baixas energias, contemplam desde instrumentação (equipamentos de irradiação, detetores, tecnologias de análise e imageologia) até o estudo das interações específicas entre a radiação ionizante e os tecidos humanos.

Uma área específica da Física Médica é a Dosimetria, onde a grandeza de interesse é a energia depositada por unidade de massa. Diferentemente da Física Nuclear básica, aqui se estudam os efeitos, tanto benéficos como prejudiciais, de doses depositadas por diferentes tipos de radiação, principalmente de um ponto de vista estatístico, onde os efeitos da radiação podem ser considerados estocásticos (probabilísticos) para doses abaixo de um certo valor, ou determinísticos, onde a alta incidência de radiação permite prever, com baixa incerteza, os efeitos da interação da radiação ionizante com os tecidos.

http://www.medicinaintensiva.com.br/roentgen.htm

http://www.canalciencia.ibict.br/personalidades_ciencia/Marie_Curie.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tomografia_por_emissão_de_positrões

https://www.radiologyinfo.org/en/info.cfm?pg=linac

http://ambrasaude.com.br/imagiologia-medica-confira-como-auxilia-no-tratamento-do-cancer/

http://www.fisica.net/nuclear/dosimetria_das_radiacoes_ionizantes.pdf

EnglishPortuguese